segunda-feira, fevereiro 23, 2009

Livros de Graduação em Economia

Minha prima foi aprovada para o vestibular em Economia Empresarial e Controladoria, que é oferecido pela FEA-RP. Além dos merecidos parabéns a ela, achei esta opção de curso extremante interessante. O curso oferece uma graduação dupla em Economia e Contábeis, o que é muito interessante em termos de colocação no mercado de trabalho. Acho muito mais efetiva que uma dupla titulação em Economia e Administração por exemplo. E também sinceramente achei a grade do curso e os professores superiores ao curso de Economia da FEA em São Paulo.
Fui ver aqui na minha coleção quais livros poderiam ser úteis para ela neste início de graduação. Claro que minha lista não estava muito atualizada. Os livros que achei mais úteis foram o Economics, do Stiglitz; Macroeconomia do Dornbush, o de Macroeconomia do Sachs e Larrain; Matemática para Economistas, Chiang; International Economics, Obstfeld e Krugman; Microeconomia , Pindick e Rubenfeld. Acho que foram estes.
Dando uma olhada rápida, reforçou a minha impressão que a graduação em Economia é extremamente leve na sua abordagem, e em quase todos os livros o objetivo é apenas passar uma intuição dos resultados, sem uma profundidade analítica adequada para uma formação básica. Esta é uma crítica aos livros usados na minha graduação, mas acho que não seja muito melhor no resto não. Compare com uma formação em engenharia por exemplo, aonde o objetivo é resolver problemas reais e não apenas dar uma intuição ao engenheiro.

4 Comments:

Blogger Claudio said...

simonsen & cysne! simonsen & cysne!

6:55 AM  
Anonymous Anônimo said...

Bom e surrado tema para discussão esse sobre o que se ensina num curso de economia. Bom porque acredito que há uma insatisfação geral de que alguma coisa precisa mudar. Surrado porque já foi muito discutido e ninguém teve a coragem de melhorar o curso.
A meu ver, a economia depende de um conhecimento pluridisciplinar. O economista tem de conhecer matemática, estatística, programação (principalmente para fazer simulações), história, filosofia, ciências sociais, etc.
Uma abordagem interessante seria o curso de economia priorizar o estudo aprofundado de matemática, estatística, programação e história, para depois passar para as disciplinas econômicas. Então, tendo uma boa base, na resolução dos exercícios poderia-se passar a tentar resolver problemas práticos.
Parabens pela qualificação! Só fiquei sem entender uma coisa. Se você já publicou boa parte dos ensaios que compõem a sua tese, qual é a batalha final, ou qual a sua dificuldade, a que você se referiu em um post anterior?

10:01 AM  
Anonymous Lucas Reis said...

Olá Laurini,

Desviando um pouco do tema do post, mas ainda falando de livros. Você por acaso teve algum contato com o livro The Black Swan, do Nassim Nicholas Taleb?

Abraços!

12:10 PM  
Blogger Márcio Laurini said...

Lucas

Já escrevi sobre ele em alguns posts.

http://raciocioniosespurios.blogspot.com/search?q=taleb

[]s

Márcio

12:13 PM  

Postar um comentário

<< Home