terça-feira, outubro 21, 2008

Paul Krugman e a Fundação

Essa foi uma das notíciais mais surpreendentes do ano (obrigado mesmo pelo Fernando Botti pela dica):


Jim Lehrer:
“Quando e por que você decidiu se tornar um economista ?”

Paul Krugman:
“Isso é um pouco vergonhoso. Eu não sei quantas pessoas conhecem ficção científica, mas há uma série antiga de livros escrita por Isaac Asimov - os romances da Fundação, - qual cientistas sociais entendem as verdadeiras dinâmicas da civilização. Isso é o que eu sempre quis ser; e como não existe nada parecido como a psico-história, acreditei então, que a economia era a ciência mais próxima.

Krugman está falando sobre os psico-historiadores, personagens do romance de Isaac Asimov, como Hari Seldon, cientista na série de Fundação, Seldon prediz o declínio do Império Galáctico e então trabalha com uma equipe para reduzir o período de barbárie no qual civilização entraria.

O que seria a psico-história ? Na palavras do próprio Asimov:

Uma aplicação da probabilidade à história; a ciência do comportamento humano reduzida a equações matemáticas; relaciona-se às reações de grandes aglomerados humanos a estímulos econômicos e sociais, sendo imperativo que o aglomerado em si seja desconhecedor da análise psico-histórica a que se acha submetido, para que todas as suas reações tenham validade.

O futuro da análise econômica é Asimoviano ? Difícil dizer, há algun caminhos, em alguns estudos para uma visão mais robusta, mais matemática, da economia e das finanças, menos filosofia e ideologia, que criam viéses de interpretação, muitas vezes injustos, muitas vezes destruidores.


Genial !!!!!!!!!!!!!!!!

Bom pelo número de posts que eu já coloquei aqui dá para perceber que compartilho da mesma visão do Krugman, e em um post passado eu já escrevi aqui que eu fui estudar economia justamente pelo mesmo motivo. Outro ponto é que muito da teoria desenvolvida pelo Krugman de localização espacial parece ser influenciada por Asimov. Basta ler os livros da Fundação que descrevem a dinâmica de colonização do Império, ou mesmo os polos econômicos em Trantor, a capital do Império Galáctico.

O próximo que falar que o Krugman não merece o Nobel vai ter que se acertar pessoalmente comigo.

3 Comments:

Blogger .Cibele bastos said...

hahahaha! Será o Laurini o prox Krugman!? :P

bjãão!

2:52 PM  
Blogger Joao Melo said...

Lurini, já conheci muitas entregas de Nobel, mas como a do Krugmam eu ainda não tinha percebido. Como tiveram tantos comentários contra etc etc etc.
Eu to com você. Se for para brigar por ele, eu também brigo.
Abraço,
João Melo

8:57 PM  
Blogger berman said...

laurini, preste atenção que o a parte do texto que diz que a filosofia causa viés na análise econômica não é do krugman. achei muito estranho alguém do nível dele dizer algo como isso e, pesquisando, percebi que na entrevista original ele não diz essa bobagem em momento algum.
abraço!

4:20 PM  

Postar um comentário

<< Home